ESGARES ‘ QUARENTENA

ESGARES – Um nome inusitado, com certeza. O que é afinal? Expressão de rosto, careta, momice? Criado para a Sopro Cia de Dança, assinado pelo coreógrafo Roberto Amorim, dirigido por Roberto Amorim e Tatiana Portella e bailarinos durante a quarentena (abril 2020). A trilha sonora com canções de Edith Piaf imprime um tom emocional intenso à obra, que transita pelo universo lúdico e brincante das conversas mudas, porém expressivas dos bailarinos. Provocativa e original, Roberto Amorim mostra na coreografia seu tradicional rigor técnico, sem, no entanto, deixá-la vazia de conteúdo, de razão de ser, de um dizer próprio que só se diz pela linguagem da dança. Além de visitar dança, teatro e poesia, seu universo artístico predileto, Roberto introduz neste trabalho a linguagem do Clown. Afinal, o Clown não é aquele que nos revela o que há de mais secreto, de mais ingênuo, de mais atrapalhado, de mais lírico e humano em todos nós, e por essa razão nos comove e nos faz rir? Esgares é contagiante, um trabalho franco e aberto que desconstrói qualquer mau humor!