Cidade Desvendada (2002)
  • Apresentação
  • Equipe Técnica
  • Fotos

A cidade significa vida emorredora,porquanto ela é o lugar onde o homem em contato com os seus espaços e os seu semelhantes,desenvolve um saber uma tradição e uma história, participando do processo de perpetuação de uma cultura particular.Ter como objetivo conduzir o espectador entre os meandros do urbanismo,enxergar o novo no que está sempre diante de nós,e nos alertar contra o olhar viciado e a estética deturpada.Se propõe a conduzir o espectador pelas trilhas pouco percorridas das opções formais,ideológicas e estética das tendências mordenistas na arquitetura,bem como a reaquecer os debates que essas opções provocaram e ainda provocam.Somos guiados no aprendizado de uma percepção mais complexas das realizações mordenistas e de seu sonho utópico de criação de um novo modelo de sociedade.

Direção geral: Roberto Amorim e Tatiana Portella
Coreógrafo e concepção da obra: Roberto Amorim
Assistente de coreografia: Tatiana Portella
Música: Trilha Original
Música: Figurino: Tatiana Portella e Roberto Amorim
Dança contemporânea: Roberto Amorim
Operadores e técnicos de som e luz: Tom Conceição
Desenho de luz: Roberto Amorim
Assistente de palco e apoio: Wanderlei Oliveira, Roberto Portella
Secretária: Alcidina Portella, Sônia Alves
Agente Cultural e produtora: Angra Custodio
Fotos: Arnaldo Torres
Duração: 45min.  Classificação: Livre